Estamos nas Redes Sociais:

Para garantir uma educação de qualidade, o professor precisa ser preparado para os novos e crescentes desafios desta geração conectada em tecnologias e fontes de acesso ao conhecimento. Nessa perspectiva, a Escola Arara Azul realiza, bimestralmente, encontros formativos a fim de garantir o contínuo aprimoramento profissional de sua equipe. Nesta quinta-feira, a professora Clélia Rabelo trabalhou o Método Fonovisuoarticulatório das Boquinhas, que utiliza além das estratégias fônicas (fonema/som) e visuais(grafema/letra), as articulatórias (articulema/boquinhas) para alfabetização. O trabalho direto com os fonemas e a análise fonológica orienta a criança quanto ao sistema de sons da fala, favorecendo a ruptura do código oral e facilitando a tomada de consciência (metacognição) dos elementos constitutivos da linguagem escrita e de seu funcionamento. Assim, a criança é levada a ler e escrever, em diversos ambientes, e em diversas situações, em sala de aula, no parque ou no refeitório, utilizando todos os recursos de que dispõe. A leitura é a finalização e consequência dos conceitos internalizados, promovendo a aquisição da rota fonológica de maneira simples e rápida, favorecendo em seguida, com os exercícios propostos, o advindo da rota lexical de leitura, como continuidade natural do processo. Muitas crianças nos brindam com relatos espontâneos de que a palavra "aparece" escrita dentro de sua cabeça e assim pode escrevê-la com segurança.